Botafogo - (21) 3518-8830 / (21) 3518-8836
Tijuca - (21) 2568-2599 / (21) 2568-7650
Méier - (21) 2501-3958 / (21) 2501-1299

Dor nas costas em mães

Dor nas costas em mães

Aproveitando a proximidade do Dia das Mães, elaboramos esse post para falar sobre algumas dores comuns em mães de bebês ou filhos pequenos e o que se pode fazer para evitar esse problema.

As dores nas costas são muito comuns em quase toda a população e as mães recentes estão bastante propensas a sofrer desse mal. O peso do filho no colo e a posição para trocar a fralda do bebê podem gerar fortes dores. A tendinite também é uma dor recorrente que pode surgir pela forma como se pega a criança - com os polegares e indicadores em ângulo reto. Outra dor que pode se manifestar é no pescoço, especialmente devido à má postura na hora de dar o peito.

Para evitar essas e outras dores, veja dicas de postura para diversos momentos da mamãe com o bebê:

  • A posição para a amamentação deve ser segura e confortável. Manter a postura ereta e ter um apoio para descansar é importante, assim se evita tensões musculares desnecessárias que podem ocasionar dor. Sugere-se a utilização de um travesseiro ou almofada no colo, para aproximar o bebê da mãe;
  • Quando a mãe está em pé e segura o bebê, é fundamental manter a coluna ereta, mantendo a região lombar alinhada e sem projetar o quadril para frente. Procure encaixar o bumbum e contrair os músculos da barriga;
  • Na hora de trocar fraldas, o ideal é que a superfície seja mais ou menos da altura da cintura da mãe, para que não seja preciso se curvar. Se você tiver que fazer a troca em um local muito baixo, como um sofá, ajoelhe-se, assim você não curva a coluna;
  • Para colocar o bebê na cadeirinha do carro, é melhor sentar-se com a criança no banco de trás e então acomodá-la, pois dessa forma, a mãe não precisa se curvar para fazer o movimento;
  • Para levantar a criança do chão ou colocá-la/retirá-la do carrinho, a dica é sempre flexionar os joelhos em vez de abaixar-se. A longo prazo, sua coluna irá agradecer.

Lembre-se que praticar exercícios físicos também é importante para sua saúde, bem como fazer alongamentos - tudo sob supervisão de um profissional.

Aproveite ao máximo o tempo com seu filho e lembre-se que uma postura correta fará você ter ainda mais momentos bons no futuro, livre de dores. E ao sentir dores persistente na coluna, procure o médico especialista.

Voltar para Blog