Botafogo - (21) 3518-8830 / (21) 3518-8836
Méier - (21) 2501-3958 / (21) 2501-1299
Tijuca - (21) 2568-2599 / (21) 2568-7650

Como a dor no pescoço pode causar dores de cabeça?

Como a dor no pescoço pode causar dores de cabeça?

Anatomicamente e fisiologicamente, as 3 raízes cervicais espinais superiores (localizadas em C1, C2 e C3) compartilham um núcleo de dor (que encaminha os sinais de dor para o cérebro) com o nervo trigêmeo. Esse nervo é o principal nervo sensorial que transporta mensagens do seu rosto para o cérebro.

As 3 raízes nervosas superiores da coluna cervical enviam fibras em direção à cabeça que convergem nos núcleos trigeminais, que estão localizados no topo da medula espinhal. Esses núcleos transmitem mensagens de dor através do trato trigemino-cervical.

Pense no trato trigemino-cervical como uma estação de retransmissão onde os sinais de dor são enviados através dos tratos nervosos primeiro para o tálamo no mesencéfalo e depois para a região cortical mais alta do cérebro. É nesses centros talâmicos e corticais que a dor adquire suas qualidades definidoras, incluindo a gravidade, o significado, como o corpo deve responder a ela e de onde ela se originou.

O cérebro não é bom em definir a localização precisa da dor que vem do pescoço. É por isso que o cérebro geralmente confunde a dor da coluna cervical como uma dor de cabeça.

Como tratar dores de cabeça cervicogênicas?

Como regra geral, o tratamento começa quando o diagnóstico de cefaleia cervicogênica foi feito. Um diagnóstico adequado deve incluir:

Histórico médico detalhado e exame físico.

Radiografias simples da coluna cervical, incluindo vistas em flexão / extensão das articulações facetarias e outras articulações nos 3 segmentos superiores da coluna cervical. Avaliar osteófitos e osteoartrose cervical. Algumas vezes Raio-x com visão de boca aberta do crânio e uma radiografia lateral do crânio pode ser necessária.

Tomografia computadorizada ou ressonância magnética da coluna cervical são exames fundamentais para avaliar: Artrose Facetária, Uncoartrose, Sinovite Facetária, Discopatia degenerativa associada, estreitamento medular e outras doenças da coluna cervical.

Podem ser considerados fármacos para dor, incluindo anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs), agentes anticonvulsivantes, como a gabapentina, antidepressivos tricíclicos e / ou medicamentos para enxaqueca, como a Amitriptilina. Muitos pacientes que procuram um especialista em tratamento da dor terão tentado um ou mais desses agentes, embora a maioria tenha se mostrado menos que espetacularmente útil.

Se os analgésicos se mostrarem mal sucedidos, então procedimentos minimamente invasivos específicos de dor intervencionista devem ser considerados. Estes incluem os simples, mas frequentemente úteis, bloqueios do nervo occipital, bloqueio articular atlantoaxial administrado em C1-C2 e / ou bloqueios facetários, bloqueio do ramo medial, bloqueios facetários de C1/C2/C3. Essas injeções são realizadas orientadas por um aparelho de radioscopia digital, em regime de internação ambulatorial/ day clinic com anestesia local e leve sedação para conforto e segurança do paciente.

É importante que você e seu médico percebam que, inicialmente, um ou mais bloqueios de diagnóstico de nervo no pescoço precisarão ser realizados. Isso exigirá paciência de você e do seu médico. Fazer um bloco de diagnóstico de cada vez para ver se ele reduz sua dor ajudará a diminuir a origem da dor de cabeça dentro da coluna cervical.

Em caso de bloqueio positivo, isto é, as dores melhoraram com o bloqueio, continuamos o tratamento com a denervação por radiofrequência da coluna cervical. Tratamento esse é realizado sob anestesia local e sedação em regime de day clinic para conforto e segurança do paciente.

Voltar para Blog