Botafogo - (21) 3518-8830 / (21) 3518-8836
Méier - (21) 2501-3958 / (21) 2501-1299
Tijuca - (21) 2568-2599 / (21) 2568-7650

Descompressão neurológica - Minimamente invasiva

Tradicionalmente, a estenose lombar tem sido tratada utilizando-se a descompressão através de laminectomia aberta, com bons resultados cirúrgicos. No entanto, a remoção cirúrgica do processo espinhoso, lâmina e banda de tensão posterior (complexo músculo-ligamentar posterior), podendo ou não ser removidas as facetas articulares, gera instabilidade pós-operatória levando a subsequente necessidade de fusão do nível (artrodese).

Os avanços tecnológicos permitiram a criação de uma técnica minimamente invasiva como alternativa às técnicas abertas. Os estudos recentes mostram resultados clínicos similares no pós-operatório quando comparados o minimamente invasivo ao aberto. Diferentemente, através de dilatadores tubulares, é possível alcançar o local afetado com menor rompimento das estruturas anatômicas normais circundantes, incluindo músculos paravertebrais e ligamentos, com mínimo sangramento, menor tempo intra-operatório, menor necessidade de remédios para a dor no pós-operatório, índice inferior de infecções hospitalares, e com volta mais rápida às atividades normais de trabalho e lazer.

Voltar para Tratamentos