Botafogo - (21) 3518-8830 / (21) 3518-8836
Méier - (21) 2501-3958 / (21) 2501-1299
Tijuca - (21) 2568-2599 / (21) 2568-7650

Artrodese da Coluna Vertebral

É um método de tratamento cirúrgico das doenças da coluna vertebral que causam instabilidade. Pode ser realizada por técnicas diferentes, cada uma de acordo com a patologia do paciente e o caso clínico em questão.
São elas:
ALIF
PLIF
POSTERO LATERAL
TLIF e MIS – TLIF
XLIF
OLIF

Técnica de TLIF

A artrodese lombar transforaminal intersomática (TLIF) é realizada para remover uma porção do disco que é a fonte da dor ciática ou lombar. Assim como a artrodese lombar posterior intersomática (PLIF), enxerto ósseo é utilizado para gerar fusão óssea entre os corpos vertebrais após a retirada do disco. Entretanto, o TLIF é baseado na colocação de enxerto entre os corpos vertebrais pelo forame vertebral. O acesso, transforaminal, após a remoção das facetas articulares da vértebra evita a mobilização excessiva ou dano às raízes nervosas durante o procedimento.

• A retirada da maior parte do disco vertebral assim como a retirada dos elementos ósseos da parte posterior da vértebra alivia a compressão sobre a raiz nervosa. O enxerto ósseo ou espaçador colocado entre os corpos vertebrais criará estabilidade e leito ósseo propício para a fusão e, por fim, a consolidação no nível acessado.

• A estabilização da coluna é suplementada por estabilização posterior nas mesmas vértebras através de parafusos pediculares e hastes conectando estes parafusos. Dessa maneira, além da artrodese/fusão anterior será feita também artrodese posterior (entre as facetas) e lateral (entre os processos transversos), resultando na conhecida artrodese 360 graus.

• TLIF é feito por técnica minimamente invasiva através de afastadores especiais que preservam a musculatura lombar. Microincisões esteticamente menores são a principal vantagem da técnica, além de excelente e rápida recuperação com pacientes retornando a atividade laboral em 12 dias.

Voltar para Tratamentos